quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Desafio - Na Mesa de Natal não pode faltar...




Segundo dia....

Hoje é dia da Silvia

Hoje é o dia da pagina do facebook  As Minhas Perdições

Deixa-nos um Molotof de Caramelo  maravilhoso.

Esta receita pode ser encontrada no seu blog podem e devem lá ir espreitar e aproveitem para conhecer um pouco melhor esta bloguer.



terça-feira, 29 de novembro de 2016

Desafio - Na Mesa de Natal não pode faltar....


Bem mais um desafio que aceitei.

Este é muito interessante a Ana do blog A Casinha das Bolachas desafiou alguns blogs para participarem neste desafio, por isso nestes dias até ao natal vamos ter receitas novas de vários blogues e conhecer um pouco melhor as pessoas que estão por detrás deles.

Primeiro dia....

Hoje é o dia do blog   A casinha das Bolachas

Deixa-nos uns sonhos maravilhosos.

Esta receita pode ser encontrada no seu blog podem e devem lá ir espreitar e aproveitem para conhecer um pouco melhor esta bloguer.





sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Torta de Noz doce de ovos e gila



Bem mais uma receita do desafio mensal da página  



   


Desta vez fui ao  O Blog da Inês  e rapinei uma receita que inicialmente era Torta de Amêndoa com doce de Ovo e Gila, Aqui fica o linke para a receita original receita original mas como não sou apreciadora de amêndoa achei que combinava bastante bem a noz, da qual sou fã.

Uma receita que vai estar com certeza na minha mesa de Natal. 

Terei que fazer algumas alterações pois achei que ficou doce demais (atenção eu sou gulosoa mas estava mesmo muito doce)

Ingredientes para o doce de ovos com chila:
  • 3 gemas   
  • 125 g de açúcar   coloquei 3 colheres de sopa de açúcar
  • 100 ml de água     coloquei 3 colheres de sopa de leite (aprendi a fazer o doce de ovos assim e como sai sempre bem nunca mudo)
  • chila q.b.    usei um pouco do doce que tinha feito o ano passado

Ingredientes para a torta:
  • 5 ovos
  • 200 g de açúcar    coloquei esta medida mas ficou muito doce
  • 100 g de miolo de amêndoa    usei 125 Gs. de noz
  • margarina e farinha para o tabuleiro   untei o papel vegetal com manteiga
  • açúcar q.b. para enrolar a torta

Modo de preparação:
Para fazer o doce de ovos levar ao lume o açúcar com a água até fazer ponto de pérola. Retirar do lume e deixar arrefecer um pouco, juntar as gemas batidas usando um coador. Levar novamente ao lume até fazer ponto de estrada. Retirar do lume e misturar muito bem com a quantidade de chila desejada e reserve.

Aqui fiz o meu doce colocar tudo no tacho, acender o lume e mexer sempre para não colar nem fazer grumos, assim que começar a engrossar apagar o lume.

Rale a amêndoa com pele. Piquei a noz no 1,2,3, De seguida bata as claras em castelo e junte o açúcar quase no fim mas continuando sempre a bater. Às claras, misturar com cuidado a amêndoa e as gemas, mexendo sempre cuidadosamente com uma vara de arames, sempre de baixo para cima. Num tabuleiro previamente untado com manteiga e polvilhado com farinha, colocar a mistura, tendo o cuidado de alisar a superfície, e leve ao forno a 180ºC durante 10 minutos. Para desenformar estenda um pano sobre a mesa e polvilhe-o com açúcar. Vire o tabuleiro para cima do pano de forma a desenformar a torta (que neste passo ainda não é torta!). Espalhe o recheio e enrole a torta com cuidado para não partir. A torta não deve ficar seca para não partir tão facilmente. 




A torta fica muito fofa mesmo, fica uma delicia.

Espero que gostem e se inspirem.

Bom proveito





Broas de Mel

Mais um desafio aceite e feito, na página Cantinho das cozinheiras do facebook Cantinho das cozinheiras - Desafio mensal



este mês um pouco diferente, pois como estamos a chegar ao natal, temos de escolher uma ou mais receitas dos vários blogs ou páginas que aderiram, escolhi para primeira o blog Açúcar Sal

Aqui fica o link da receita original Aqui

As alterações que fiz foram mínimas mas ficou muito bom tão bom que vão estar na minha mesa de natal.

Quero agradecer à Telma esta iniciativa porque ficamos a conhecer vários blog e tiramos ideias e assim fazemos grandes maravilhas.

Quero agradecer também a todos os blog que partilham essas ideias connosco pois ficamos mais ricos em aprender coisas novas todos os dias.

Cá vai a minha receita:

50g de azeite
50g de mel (coloquei 70 Grs)
3 ovos
180g de açúcar amarelo
500g de farinha
3 colheres de chá de fermento em pó
1 colher de chá de canela em pó
1 colher se chá de erva doce em pó
1 pitada de sal
Coloquei 4 C. Sopa de água (porque estava uma massa areada no robot e assim ficou mais maleável)

Modo de Preparação:

Coloquei todos os ingredientes no robot de cozinha com o acessório de massas, deixei a trabalhar na posição 2 durante o tempo necessário para ficar bem unido e uma massa homogênea. (foi aqui que juntei a água porque estava areada)

Com duas colheres retirar porções de massa e fazer a forma de broa (como se faz para os pasteis de bacalhau)

Levar ao forno a 190º cerca de 10 minutos, verifiquem se esta douradinha, um pouco mole mas depois de fria fica rija.

Espero que gostem e se inspirem.

Bom proveito





quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Esparguete de Caril com miolo de camarão ao alho / doce de Aletria




Para um Passatempo da Milaneza e da #youzz #youzzmilaneza tinhamos de fazer um prato principal e uma sobremesa.

Fiz este Esparguete de Caril.

Ficou uma delicia, surpreendeu-me pois já tinha experimentado a massa da Milaneza de azeitona e tinha um sabor bastante acentuado, ao contrario desta, muito suave.

Ingredientes:

Esparguete com Caril - Milaneza
Água Q.B.
Sal Q.B.

500 Grs de miolo de camarão (usei 100/200 congelados)
3 Dentes de alho cortados bem pequenos
Azeite Q.B.
Sal Q.B.

Coentros cortados para enfeitar

Modo de preparação:

Colocar água e sal ao lume e deixar ferver, colocar o esparguete com Caril da Milaneza e deixar cozer conforme as instruções da embalagem.

Numa frigideira colocar azeite e os alhos, deixar alourar colocar os camarões (deixar descongelar um pouco para não ficar com muita água), temperar com sal e deixar "fritar" um pouco.

Colocar o esparguete com Caril da Milaneza no centro do prato e em cima colocar os camarões, polvilhar com coentros se assim o desejar.



Para a sobremesa escolhi Doce de Aletria porque só tinha aletria em casa e não tive tempo de ir comprar mais nada, mas tive um problema cá em casa não gostamos de aletria porque é uma sobremesa que fica muito seca (ou pelo menos eu não sei fazer de outra maneira), e como tal decidi inventar um pouco.

Ingredientes:

Aletria Milaneza Q.B.
Água Q.B.

750 ml Leite
2 C. sopa de creme custar baunilha
1 C. Chá Açafrão
100 Grs de Açúcar
Essência de Baunilha Q.B.
Canela Q.B. para polvilhar


Modo de preparação:

Colocar num tacho água a ferver e assim, que esta estiver a ferver colocar a aletria milaneza, pelo tempo que indica a embalagem. 

Assim que tiver passado o tempo escorrer e reservar.

Enquanto a aletria milaneza coze colocar todos os ingredientes num tacho ao lume e mexer sempre para não formar grumos, nem colar no fundo do tacho, se começar a criar grumos podem passar com a varinha mágica.

Fica um pouco liquida, mas é assim.

Colocar a aletria milaneza num pirex ou tigela de servir, e colocar o doce em cima, 

Enfeitar com canela a gosto.



Espero que gostem e se inspirem

Bom proveito..


Se puderem e quiserem podem votar na minha foto na #youzz #youzzmilaneza
Obrigado

https://youzz.net/PORTUGAL/campaignGallery/show/campaign_id/1209/item/77359






terça-feira, 15 de novembro de 2016

Empadas de Alheira com Maçã



Vi no blog Cantinho dos Gulosos uma receita de empadas, nunca tinha feito e achei super fácil, mas tive a ideia de fazer para ser o jantar, por isso o recheio coloquei alheira, e maçã (tenho a dizer que me troquei um pouco, queria fazer o recheio que tinha feito para os folhados no natal passado mas era farinheira com maçã, assim fui comprar alheira porque estava convicta que era alheira, mas também ficou bom alheira, farinheira é tudo parecido certo? )
Claro está que a receita era para empadas doces :( e como nunca tinha feito e achei fácil fiz, devo dizer que comer ainda mornas, tem um sabor muito peculiar, mas frias ficam maravilhosas, um sabor um pouco agridoce, porque também leva maçã apesar de ter usado maçãs reinetas mas... nesta cozinha é assim mostra-se tudo o bom o mau e o mais ou menos, estas ficaram mais ou menos (pelo recheio) porque esta massa de empadas é brutal , super estaladiço bem melhor que as que costumo comer nos cafés... e tão mas tão fácil de fazer que até doí não ter descoberto á mais tempo.
E atenção tive a ajuda preciosa da minha filha do meio (3 anos)

Cá vai a receita para 10 empadas

Ingredientes:

300 Grs Farinha
125 Grs de Margarina
80 Grs de Açúcar
1 Ovo
1 Pitada de sal
1 ovo para pincelar

Coloquei tudo no robot de cozinha e com o acessório das massas ficou a amassar até estar tudo bem ligado.

Deixei descansar embrulhada em película aderente no frigorífico enquanto fiz o recheio e este arrefeceu um pouco.


Para o Recheio:

1 Alheira tamanho médio
4 maçãs reinetas das pequenas.
4 C. sopa de Azeite
2 C. Sopa de açúcar
4 C. Sopa de água

Descascar a alheira e esmagar com um garfo.
Descaroçar as maçãs e colocar numa frigideira com o azeite, colocar em cima o açúcar e deixar que fiquem moles.
Colocar a alheira esmagada e a água (para esta se desfazer mais facilmente)
Deixar arrefecer um pouco.

Pegar na maça e estender usando farinha e rolo.

Eu fiz um rolo pequeno como se faz com a massa folhada para forrar as formas dos pasteis de nata e cortei pedaços e forrei umas formas de pasteis que tenho, (depois da menina as untar com óleo), com os dedos modelei as formas.

Estendi novamente a massa para fazer as tampas, coloquei uma forma para retirar a medida e cortei um pouco maior para colocar como tampa.

Com uma colher de sobremesa coloquei o recheio nas formas e tapei, com a ajuda de um garfo nas pontas uni com a base, fiz uns buracos com o garfo para "respirarem".

A pequena pincelou todas com ovo.

Colocar no forno cerca de 25 minutos a 190º ou assim que estiverem douradas.

Desenformar quando estiverem mornas.

Espero que gostem e se inspirem.

Bom proveito

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Tarte de Castanhas Merengada




Fiz esta receita com castanhas, assim que comprei castanhas este ano veio-me a cabeça esta tarte, decidi experimentar, e não é que ficou fantástica???

Uma receita da minha autoria que ficou fantástica.... ai meus Deus estou a evoluir ehehe

Ingredientes:


200 g castanha ainda com casca
Sal qb
Agua qb
1 c. sopa erva doce
200 ml natas
4 ovos
4c. sopa açúcar
0,25 dl vinho do porto
1 embalagem de massa quebrada

Para merengue
2 claras em castelo (tinha congeladas)
6 c. sopa de açúcar

Modo de preparação

Cozer as castanhas com água, sal, erva doce
Misturar os ovos, as natas, açúcar, e vinho do porto.
Acrescentar as castanhas cozida em pedaços pequenos ou em puré.
Colocar a massa numa tarteira e a mistura.
Levar ao forno a 230 cerca de 20 minutos.
Colocar merengue num saco de pasteleiro e enfeitar a tarte a gosto.
Levar ao forno mais 10 minutos até estar dourado.


Espero que gostem e se inspirem.

Bom proveito





terça-feira, 8 de novembro de 2016

Bolas de tomate e queijo


Fiz estas delicias para concorrer ao passatempo da página do faceebook da Cabra Palhais.

Ingredientes:

Orégão Q.B.
3 Tomates de Rama (os mais redondinhos)
1 Queijo Palhais Chèvre
3 Azeitonas
3 Palitos

Modo de preparação:

Lavar os tomates, cortar ao meio.
Cortar o queijo Palhais Chèvre em fatias redondas, retirar a "capa", e colocar no meio dos tomates.
Polvilhar com orégão e levar ao microondas só para derreter o queijo. 
Os tomates ficam rijos.
Enfeitar com uma azeitona num palito.

Espero que gostem e se inspirem.

Bom Proveito

Escondidinhos de massa filó, alheira e espinafres


Ovos Escocesses




Segredos de cozinha n.º 17

Trifles


quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Pão na Coquete




Esta receita foi retirada na integra do blog A culinária e eu

Este pão já o fiz várias vezes, apontei no meu livrinho mas tão bem que depois tive de pedir ajuda novamente a bloguer Sylvie pois já não me lembrava.

Este pão é o unico (até agora) que sai bem cá em casa, fica mesmo pão, os outros temos de comer ainda quentes (diga-se também é cá um frete.... pão quente quase ninguém gosta certo?) este dura para os dias seguintes 8Foi o caso destes porque fiz dois) e está ainda fresco, não fica como o de compra que no dia seguinte já cheira a fermento, bem este pão é fantástico e rápido.

Cá vai a receita.

Ingredientes:

300 Grs / ml de água
25 grs de fermento fresco (usei seco da fermipan 11 grs)
10 Gsr Sal
500 Grs farinha de trigo

Modo de preparação:

Coloquei na batedeira com o acessório de amassar farinha, fermento e sal, fui deitando a água e quando começou a despegar retirei e coloquei num pirex com tampa pulvilhado com farinha. (o pão mais branco o pirex não tinha tampa então tapei com papel de aluminio, mas como podem ver não é a mesma coisa.
Deixei descansar cerca de 1 hora até dobrar o volume, coloquei dentro do forno desligado.
A receita diz que passado esse tempo colocar em cima da bancada e amassar muito pouco (eu saltei esta parte).
O truque aqui segundo a sylvie é o forno estar frio e não pré aquecido como é normal nas receitas.
Assim liguei o forno com o pão lá dentro já tapado e levedado a 230º (a receita diz 240º mas o meu não tem mais que 230º) cerca de 1 hora ou até estar corado.
Experimentem que não se vão arrepender o truque é mesmo o pirex fechado deixa o pão fofo.

Recomendo

Espero que gostem e se inspirem.

Bom proveito.



A culinária e eu