segunda-feira, 25 de abril de 2016

Desafio Página Cantinho das cozinheiras- Massada de Atum






Desafio da página cantinho das cozinheiras este mês foi Aqui, então escolhi uma comida rapidinha, pois o tempo que temos é pouco.

Adorei, e só acrescentei um pouco de pimentos aos bocados, ficou maravilhoso.


Ingredientes:
- 300gr de Massa Cotovelo pequena (usei a que tinha não era a mais pequena)
- 50ml de Azeite
- 1 Cebola pequena
- 2 dentes de Alho
- 2 Tomates maduros (não coloquei)
- 2 c. (sopa) de polpa de tomate
- 450gr de Atum enlatado
- 1 dl de Vinho Branco
- 2 dl de Água
- Sal q.b.
- Pimenta q.b.
- Um raminho de Salsa (coloquei no fim coentros congelados)

- Uma tira pimento cortado em bocados (acrescentei)

Preparação:
Coza a massa em água abundante temperada com sal até ficar al dente.
Refogue no azeite a cebola e os alhos, ambos picados.
Acrescente o tomate, sem pele nem sementes, cortado em cubos e tempere com sal e pimenta.
Adicione a polpa de tomate, mexa e junte o atum escorrido.
Regue com o vinho branco e quando levantar fervura, junte a água.
Aguarde, e quando voltar a levantar fervura, junte a massa cozida e escorrida e deixe ferver de novo.
Rectifique os temperos e sirva decorado com salsa.


Não tirei foto nos pratos porque não me deram tempo.

Espero que gostem e se inspirem.

Bom proveito.

sexta-feira, 22 de abril de 2016

Pudim de Ovos




Este é o meu pudim de ovos de eleição.


Foi uma receita pssada pela minha vizinha e desde então....

Ingredientes:

1/2 Litro de leite
5 Ovos
250 Grs. de açúcar
Caramelo liquido q.b.

Modo de preparação

Com a varinha mágica misturar todos os ingredientes.
Untar uma forma de pudim com caramelo liquido.
Colocar o preparado lá dentro e levar ao forno a 180º cerca de 30 minutos (depende dos fornos e também se gostam mais cozido ou menos, eu sou adepta de mal cozido)

Desenformar e servir (depois de frio se quiserem cá em casa marcha quase todo ainda morno)

Espero que gostem e se inspirem.

Bom proveito

quinta-feira, 21 de abril de 2016

Pizza Stomboli



Comecemos... a foto não é a melhor mas estava deliciosa.

A Paula do blog segredosdamimi tem um robot igual ao meu, e, como ainda é novidade para mim, ela vai-me dando uma dicas fantásticas de como usar o robot melhor e que dure mais tempo a fazer mais coisas.

Adorei fazer esta receita, porque cheguei a casa e foi só estender a massa e todos juntos a fazer cada uma a sua.... foi tempo em família delicioso.

Bem deu-me umas dicas de como bater a massa para estas pizzas.

Para massa:
500 grs de farinha tipo 55
Fermento seco (usei da fermipan 11 grs)
3 dl de água
sal q.b.

Para o recheio:
(não coloco medidas porque cada um colocou a sua vontade até a mais nova de 3 anos fez a dela)
Fiambre
Bacon
Ananás enlatado
Queijo ralado
Ketchup
Molho barbecue
Orégão


Modo de preparação:

Colocar os ingredientes da massa na taça.
Com o gancho do pão deixa 1 minuto a bater na velocidade mínima, depois 3 a 4 minutos na velocidade 2, deixar descansar 10 minutos e voltar a bater 3 a 4 minutos na velocidade 2, Tirar a maça para uma tigela de plástico untada com azeite e deixar repousar até dobrar de volume. (claro que fiz a hora de almoço e ficou a tarde toda a descansar dentro do forno desligado).

Quando cheguei a casa foi só colocar a massa na mesa já enfarinhada e.....dar asas á imaginação, coloquei cada um a fazer a sua á sua maneira com os ingredientes que queriam (mediante o que havia, claro)

O único que queria uma pizza parecida com a stomboli da revista foi o mais velho.... e é esta que está na foto, mas exagerou a colocar os ingredientes no centro e... rebentou enquanto cozia ehehe.

Espero que gostem e se inspirem.

Bom proveito


 a Pequena a enfeitar....



A da menina (3 anos)


A do menino (12 anos)



A do marido


A Minha


Receita Segredos de cozinha nº7 Página 61.


quarta-feira, 20 de abril de 2016

Peixe Espada Grelhado em cama de batatas desfeita


Vi na revista segredos de cozinha uma receita de peixe espada de cebolada, não achei grande piada, mas achei piada as batatas que estavam enformadas no prato.

Resolvi fazer peixe espada grelhado em cama de batatas esmagadas, é mais ou menos o que lá estava mas fiz com outros ingredientes.

Ingredientes:

4 postas de peixe espada
Sal Q.B.

Batatas cozidas em água e sal aos cubos,
Salsa Q.B.
Maionese Q.B.

Modo de preparação:

Não vou ensinar a missa ao padre certo???
grelhar o peixe já temperado com sal.
As batatas usar um garfo ou um "pisa" batatas para que fiquem tipo puré mas meio esmagadas para ter alguns pedaços, misturar com salsa picada e maionese.
Colocar colheradas numa forma, (usei uma tigela) e desenformar para o prato, colocando o peixe já grelhado em cima.

Espero que gostem e se inspirem.

Bom proveito.



Ideia da cama de batatas retirada da revista Segredos de cozinha n.º 7 (acho eu)

terça-feira, 19 de abril de 2016

Pão Doce


Fiz esta receitinha retirada aqui uma maravilha....
Foi muito fácil de executar e muito saborosa.

Ingredientes:
1 pacote de fermento seco  (usei da fermipan)
1 1/4 cháv. de leite morno
1 pitada de sal
1/3 cháv. de manteiga, à temperatura ambiente
2 ovos, ligeiramente batidos
1/2 cháv. de açúcar
4 cháv. de farinha
1/2 cháv. de farinha Maisena

Modo de preparação:

Misture numa tigela,o fermento com o leite, o sal, a manteiga, os ovos e o açúcar.
Acrescente 2 chávenas de farinha e bata na batedeira até ficar homogéneo, com o acessório da pá. Com a batedeira em velocidade baixa, continue a adicionar lentamente o resto da farinha assim como a maisena, até obter uma massa moldável. Mudar para o acessório gancho e continue a amassar em velocidade baixa até a massa ficar lisa e elástica (convém que fique ligeiramente pegajosa). Adicionar mais farinha se necessário até ficar desse modo.
Transfira a massa para uma tigela oleada e cubra com película aderente e deixe que aumente de volume em lugar quente e seco e sem correntes de ar, por cerca de 1 hora (como fiz a hora de almoço deixei dentro do forno a tarde toda)
Retire entretanto a massa da tigela e coloque-a numa bancada de cozinha enfarinhada e divida (usei duas formas distintas mas achei que ficou pequeno)
Coloque nas formas untadas com um pouco de oléo, cubra com um pano limpo e deixe crescer novamente até quase dobrar novamente, pelo menos mais 1 hora. (esta parte escapou-me :) )
Pré-aqueça o forno a 180º C. Pincele com o ovo batido (esta também me escapou :) ), 
Leve ao forno a cozer, por 20 a 25 minutos, até dourarem.

Espero que gostem e se inpirem.

Bom proveito



segunda-feira, 18 de abril de 2016

Caracois - Bolos

Retirei esta receita da net, não me lembro o sitio.
Andava com desejo de fazer e tinha fruta cristalizada que tinha comprado nos sonhos e mimos.
Bem foi super fácil, ficaram deliciosos, mas como não consigo explicar por palavras a forma de fazer tirei fotos.
Os primeiros ficaram feiosos, mas depois apanhei-lhe o jeito.

Cá vai....

Ingredientes:

Para a massa
Fermento de padeiro 11 gr (usei em pá da fermipan)
Leite 100 ml
Farinha 500 gr
Açúcar 100 gr
2 Ovos e 2 Gemas
Limão 1 pequeno
Manteiga 75 gr
Farinha, para polvilhar q.b.
Ovo batido e geleia q.b.
Para o recheio
Creme pasteleiro (usei Dulcis)
Fruta cristalizada Q.B.
Dulcis Brilho neutro para finalizar

Modo de preparação:
Mistura-se, a farinha, o fermento, o leite tépido o açúcar e adiciona-se os 2 ovos, as 2 gemas e a manteiga amolecida. Amassa-se tudo muito bem, batendo a massa até ficar com uma consistência semelhante à massa de pão. Polvilha-se com farinha. Com o rolo, estende-se a massa num rectângulo com cerca de 40x30 cm, polvilhando-a com farinha para não pegar. Barra-se com o creme de pasteleiro, espalha-se em cima, todas as frutas, previamente picada. 
Aqui não lhes consigo explicar mas ficam as fotos, alguma duvida digam.




 Pincela-se com ovos batido ou só com gema. Leva-se a cozer, cerca de 40 minutos, em forno a 160 graus. Quando os caracóis estiverem cozidos, retira-se, pincela-se com geleia e descola-se de imediato.





Espero que gostem e se inspirem.

Bom proveito



Charlote de Ananás super Light



Ficou uma beleza não concordam?

Fiz a receita que retirei aqui, umas meninas muito queridas, e fiz, mas sinceramente alguma coisa me escapou.... o AÇÚCAR.

Bem ficou maravilhoso mas tivemos de acrescentar açúcar porque somos gulosos, a minha mãe provou e disse que estava bem assim.

Vamos á receita?

Ingredientes:
- Palitos la reine qb
-  6 claras de ovo
- 200ml de iogurte natural (usei iugurte natural normal :( )
- 2 saquetas de gelatina de ananás sem açúcar
- adoçante a gosto (não coloquei nada, foi aqui a minha falha)
- 100ml de água a ferver
- 1 pitada de flor de sal Marnoto (usei sal normal)
- côco ralado qb
- para decorar usei missangas de chocolate e um morango

Preparação:
Dilua as 2 saquetas de gelatina na água a ferver e deixe arrefercer sem solidificar.
Bata as claras em castelo com uma pitada de sal até ficarem bem firmes.
Junte o iogurte à gelatina mexa só para envolver junte côco ralado e de seguida incorpore nas claras, manualmente, sem bater muito, só para envolver. 
Corte as pontas dos palitos la reine para ajudar a assentar melhor, coloque um pouco do creme no fundo da forma de aro amovível para facilitar a colocação das bolachas nas laterais. Coloque os pedacinhos de bolacha que cortou na base e verta o creme por cima alisando bem e leve ao frigorifico no mínimo uma hora para solidificar bem.

Retire o aro da forma e decore a gosto. Eu decorei com missangas de chocolate e morangos.


Espero que gostem e se inspirem.

Bom proveito.



sexta-feira, 15 de abril de 2016

Pasteis Massa Tenra


Todos os dia, vou a um café perto do trabalho comprar pasteis de massa tenra, têm recheio de frango com molho branco, mas são deliciosos, e mornos sabem mesmo bem.

Já á muito tempo que queria fazer mas achei que dava muito trabalho até ler aqui uma maneira rápida e maravilhosa de fazer.

Coloquei mãos à obra e voilá ficaram fantásticos, sem trabalho quase nenhum, renderam batatante e ainda os congelei.

Receita a repetir sempre que tiver restos de carne.

O recheio que usei não foi o melhor confesso mas... é por isso que estamos aqui, sempre a aprender.

Ingredientes
Massa
50 gr de azeite
50 gr de manteiga ou banha
100 gr de água
300 gr de farinha
Sal

Para Recheio:
Usei frango que já estava guisado que tinha sobrado, desfiei, usei um pouco do molho e só juntei um pacote de molho béchamel da parmalat.
Para a próxima vou fazer um refogado e talvez fique melhor, porque ficou muito sem sabor, apesar do tempero do frango guisado..

Modo de preparação da massa:
Colocara farinha numa tigela,
Aquecer muito bem o azeite e a manteiga e verter para cima da farinha,para a escaldar.
Adicionar a água morna e o sal, amassar bem com as mãos, cuidado para não queimar.
Mudar para uma superfície lisa e fria e trabalhar um pouco com as mãos.
Tender com o rolo da massa e fazer os pasteis, usei um copo para cortar, rechear com o que quiser, neste caso foi o recheio que indiquei em cima.

A massa fica maravilhosa e não dá trabalho nenhum, fica macia uma maravilha.

Espero que gostem e se inspirem.

Bom proveito.





quinta-feira, 14 de abril de 2016

Bolo dos Namorados



Não vou explicar muito porque fiz um bolo pré feito da DULCIS.

A qualidade destes produtos não nos deixa mal nunca.

Voltei a fazer o Bolo de Chocolate da Dulcis (desta vez conforme dizia a embalagem, com ovos)

Recheie com Dulcis recheio de morango.

Coloquei pasta americana vermelha em cima e depois cortei uns corações em pasta branca.

O marido decidiu experimentar.... queimar com um maçarico, ficou com um aspecto fantástico, e até estava muito bom.

Espero que gostem e se inspirem.

Bom proveito.



Nuvem de morango Light - Páscoa 2016


Mais uma aventura na terra....

Uma receita tão fácil, mas tão fácil....foi mesmo complicado.

Retirei a algum tempo do blog Aqui e desde esse dia faço muitas vezes.

fiz gelatina light de morango usei duas embalagens (4 pacotes), ou seja deveria ser 1 litro de água fria e 1 litro de água quente, mas para esta sobremesa uso sempre metade. (nem vos conto como medi a água),  então fervi 500 ml de água dissolvi os pacotes de gelatina e acrescentei a água fria, esperar que arrefeça, mas não deixar solidificar.

Bater as claras em castelo com uma pitada de sal, assim que estiverem bem firmes juntar um pouco da gelatina já fria e envolver com uma colher de pau, depois deitar as claras na gelatina e envolver bem, levar ao frio até solidificar.

Isto é a maneira fácil e normal, que faço sempre, lá tive mais de 1 hora entre eu, o marido, a sobrinha a bater as claras com um garfo... sim leram bem com um garfo, resultado não coloquei um pouco de gelatina antes nas claras e depois juntar as claras, foi logo directo juntei a gelatina já fria , sim teve tempo de sobra para arrefecer, nas claras. Resultado ficou uma nuvém na parte de cima e a gelatina na parte debaixo, mas ficou delicioso na mesma.

Normalmente se colocar num tabuleiro que não é tão fundo como a tigela que vêm não se nota tanto a diferença da gelatina com a nuvem, mas neste caso....

Espero que gostem e se inspirem.

Bom proveito.

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Pasteis de nata - Páscoa 2016


Bem mais uma receita feita na terra, com muiiiiiita paciência, sim já vos expliquei que é mesmo difícil fazer algo de diferente naquela cozinha.

Bem sobraram algumas gemas (5) de outra sobremesa que fiz, e quis fazer algo diferente, como ainda consegui ter net, fui buscar uma receita na página do facebook do chefe Luís Machado uma tarte de pastel de nata, como cheguei á conclusão que estava tudo a correr lindamente ;( , decidi copiar os ingredientes para um papel e fazer mais ou menos a olho, (sim também não há balança, nem copo medidor, nem uma data de ingredientes que eram precisos....adiante)

Comprei umas bases de massa folhada (congelada), e pensei eu (o resto das coisas há lá) errado... mas tive de fazer com o que havia.

A receita original era: 

1 base de massa folhada, enrolar e cortar bocados de 3 cm mais ou menos e forrar as formas de alumínio depois de levemente untadas com margarina ou óleo.  (Aqui só havia umas formas de papel, foi o que usei, nem vos conto como foi difícil moldar uma forma, mas adiante tudo correu bem.

Ingredientes:

700 ml de leite   (não sei a quantidade porque como eram só 5 gemas foi colocando a olho)
40 gr de farinha maisena (claro que não havia... foi mesmo com farinha de trigo normal)
200 gr de açúcar (Também não, açúcar amarelo e vá lá vai)
1 pau de canela (Claro dificílimo de existir em casa certo? com sorte havia um pacote de canela em pó, nem reparei na data.. mas coloquei uma colher de chá de pó de canela)
8 gemas (pronto só tinha 5 gemas)
1 casca de limão (achei que ia dar um sabor diferente e não me enganei)

Pronto adivinham uma grandeeeeeeeee bagunça certo? Mas ficaram deliciosos garanto.

Modo de preparação:

Colocar num tacho ao lume o leite, a canela, o açúcar e uma casca de limão, deixar levantar fervura.

Numa tigela bater as gemas e juntar aos poucos o leite (enquanto está a aquecer) para não cozerem.

Noutra tigela misturar a farinha com um pouco de leite (usei frio).

Assim que estiver a ferver, baixar o lume (apagar se acharem necessário) juntar a farinha e mexer bem (para não ficar com grumos), acender novamente o lume se achar necessário, para fazer um creme não muito grosso, juntar por fim (aqui já com o lume apagado) as gemas e mexer bem para não criar grumos (usem a varinha mágica caso seja necessário, lá também não havia, mas, tive sorte não criou grumos).

Deitar o preparado na mossa folhada e levar ao forno até ficarem morenos, e com um palito podem ver se está cozido.

Eu deitei o preparado na massa folhada (a custo, confesso) e...... sem forno.... teve de ir tudo para a patusca (primeiro liguei em baixo e depois em cima, não tinha duas fichas)

Pronto fui vendo e experimentando, assim que saíram ninguém deixou arrefecer, foram todos...

Espero que gostem e se inspirem.

Bom proveito.






terça-feira, 12 de abril de 2016

Pavlova de frutas light - Doces da Páscoa


Bem, férias da Páscoa na terra..... (mesmo terra não temos quase nada na cozinha foi uma aventura, mas enfim nunca desistir certo?)

Passamos em família, todos juntos, e... alguém anda a cuidar da linha e pediu para não fazer doces mas... gulosa como sou, nem pensar, tem de existir sempre doces na mesa, nem que sejam light, foi o que fiz, levei a minha "rica" pavlova feita de casa.. (sim sem forno é difícil), e levei o resto dos ingredientes no saco (sim supermercados são super longe), assim era só montar.

Fiz o mais light que consegui e .... ninguém reparou.

Para a pavlova:

4 claras á temperatura ambiente

7 colheres de açúcar mascavado sidul com stévia

1 Colher sopa de farinha maisena

1 Colher de Sopa de vinagre (usei de fruta)

1 C. Chá de aroma de baunilha

Bater as claras em castelo bem firme e ir adicionando as colheres de açúcar uma de cada vez (entre elas deixar bater bem  é muito importante)

Adicionar aos pouco a colher de maisena e o vinagre e o aroma de baunilha.

Numa folha de papel vegetal deitar a mistura das claras fazendo a forma que se quer, normalmente um circulo mas esta era mais oval :) deixando uma parte central um pouco mais "funda" para se poder colocar o recheio.

Levar ao forno 1h30m a 120 º (muito importante respeitar o tempo e a temperatura para tudo correr bem)

Deixar arrefecer dentro do forno (eu fiz a noite e só de manha é que retirei do forno)

Mas não sei que se passou só a primeira é que ficou espectacular, a partir daí tem sido uma desgraça, não fica estaladiça por fora, só fofa, e não é do açúcar mascavado porque as outras que fiz também não ficam estaladiças por fora, mas enfim, ficam boas na mesma.

Para o recheio:

2 iogurte natural (não usei grego porque são açucarados)

1 C. Sobremesa de adoçante

Morangos Q. B.

Kiwi Q.B.

Laranja Q.B.

Misturar o adoçante com os iogurtes, deitar sobre o centro da pavlova, descascar e lavar devidamente a fruta e enfeitar em cima do iogurte.

Depois é deliciarem-se sem culpas.

Espero que gostem e se inspirem.

Bom proveito.


Estas "bolinhas" de açúcar serviram para enfeitar mas foi mesmo da pavlova porque fiz em casa e depois foi de viagem.










segunda-feira, 11 de abril de 2016

Strudel Maçã e canela



Aqui esta um delicioso miminho bem fácil de fazer mesmo Dulcis.


1 embalagem de massa folhada quadrada de preferência.

1 embalagem de recheio Dulcis maçã canela 200 grs.

Algumas passas .

Açúcar q. para polvilhar.

Abrir a massa folhada e dividir ao meio, colocar o recheio de Dulcis recheio maça e canela e algumas passas.

Colocar a outra parte da massa em cima e nas pontas passar um pouco de água para colarem.

Polvilhar com açúcar

Levar ao forno a cerca de 180º até a massa ficar moreninha.

Espero que gostem e se inspirem.

Bom proveito









sexta-feira, 8 de abril de 2016

Tarte de Requeijão e Abóbora



Tinha um frasco de doce de Abóbora que a menina das sobremesas de Domingo me ofereceu, então para não comer todo com o pão, as colheradas...., decidi aplicar nesta receita que vi na página do facebook Aqui, adorei a experiência, o sabor "agridoce" claro que não ficou tão bonito mas que estava delicioso estava.



Ingredientes:

- Massa folhada (usei uma base redonda)
- 4 ovos
- 1 embalagem de requeijão (normalmente são 200 gr.) (comprei da marca saloio)
- 100 gr. Queijo mozzarela ralado q.b.
- Queijo cabra cortado em fatias q.b.
- Doce de abóbora q.b. (que tinha feito)
​- Orégãos q.b.
​- Noz moscada q.b. 


Preparação:

Numa tigela coloque os ovos com o requeijão e o queijo ralado, e um pouco de noz moscada, envolver com uma vara de arames.


Coloque numa tarteira a massa folhada e em cima o preparado, e acrescente algumas fatias do queijo de cabra.

Em cima e já no final, coloque colheradas de doce de abóbora e aromatize com um pouco de óregãos.

Leve ao forno a cerca de 180º cerca de 15 a 20 minutos.

Espero que gostem e se inspirem, eu deliciei-me.

Bom proveito.




quinta-feira, 7 de abril de 2016

Tarte de Maçã na Frigideira


Como sabem eu e as medidas temos um problema grave de comunicação..

Depois de tanto ver no facebook esta receita decidi experimentar.

Cortei 3 maçãs em cubos e coloquei na frigideira juntamente com uma noz de margarina e umas colheradas de açúcar amarelo e deixei caramelizar, fui mexendo com uma colher de pau para não queimar.

Numa tigela coloquei farinha de tribo sem fermento, 2 ovos, leite, até fazer um polme com a vara de arames.

Assim que as maçã já estiverem caramelizadas e não queimadas deita-se o polme e tapa-se a frigideira.

O ideal era conseguir levar ao forno mas, a minha frigideira, pensei eu que conseguisse retirar a pega, mas não consegui e teve que cozer no fogão.

Depois faz-se o teste do palito assim que estiver cozida, coloca-se um prato (convém a frigideira ser do tamanho do prato) para se desenformar.

Pronto temos uma tarte na frigideira invertida.

A minha queimou um pouco porque o meu fogão mesmo no mínimo é muito forte.




Espero que gostem e se inspirem.

Bom proveito.


quarta-feira, 6 de abril de 2016

57 receitas em atraso!!!!!!!

Opá este estado... 
Tenho andado tão longe do blog...
Peço desculpa mas fui agora verificar e.....57 receitas para publicar!!!!!! é de loucos tenho de me debruçar um pouco mais.
Desculpem o desabafo mas... vou tentar colocar tudo em ordem.
Pois vocês merecem.
Obrigado por continuarem ai desse lado apesar da minha ausência.